Archive

outubro 2017

Gilvan Barreto

Cartões Postais do Brasil //Postcards from Brazil
Brasil // Brazil
www.gilvanbarreto.com

Partindo de cartões postais produzidas pela Embratur durante o regime militar para tentar melhorar a imagem do Brasil no exterior, Barreto recorta pequenos quadrados nas imagens turísticas. Pequenas ausências que interrompem algumas importantes paisagens brasileiras. Tomando como base o Relatório da Comissão Nacional da Verdade (CNV) que revelou diversos procedimentos para ocultação de cadáveres de presos políticos, Gilvan nos mostra alguns desses pontos turísticos que serviram para fins violentos.


Starting from postcards produced by Embratur during the military regime to try to improve the image of Brazil abroad, Barreto cuts small squares in the touristic images. Small absences interrupt some important Brazilian landscapes. Based on the National Truth Commission Report (CNV) that revealed several procedures for the concealment of political prisoners’ corpses, Gilvan shows us some of those landscapes that served these violent ends.

Tatewaki Nio

Neo-andina
Japão
www.tatewakinio.com

Nio em sua série revela a singular arquitetura da cidade de El Alto, segunda maior cidade da Bolívia. Conhecidas como cholet (fusão de chalé e cholo, que quer dizer mestiço), essas casas com fachadas super coloridas trazem inusitados volumes e estruturas que remontam o atual momento político da Bolívia e a ascenção econômica de parte das comunidades mais pobres, especialmente depois da chegada de Evo Morales ao poder.


In his series, Nio reveals the unique architecture of the city of El Alto, the second largest city in Bolivia. Known as cholet (a fusion of chalet and cholo, which means mixed race), these houses with super colorful facades bring unusual volumes and structures dating back the current political situation in Bolivia and the economic rise of some of the poorest communities, especially after Evo Morales took office.

Selim Harbi

Woongo, atrás das máscaras // Woongo, behind the masks
Tunisia
www.selimharbi.com

Woongo é o termo usado para “máscaras” na língua Mooré, falada em Burkina Faso. Em Woongo, as pessoas estão tocando o jogo sutil e delicado para contar suas histórias … atrás de uma máscara. Ao associar as tradicionais máscaras africanas aos contextos contemporâneos, Harbi parece tensionar a fina linha entre a fotografia documental e a encenada, explorando a ambiguidade e as funções das representações.


Woongo is the term used for “masks” in Mooré language spoken in Burkina Faso. In Woongo, people are playing the subtle and delicate game to tell their stories … behind a mask. By associating traditional African masks to contemporary contexts, Harbi seems to tense the fine line between documentary photography and staged photography by exploiting the ambiguity and functions of such representations.

Festival Internacional de Fotografia de Belo Horizonte 2017